Skip to main content

Sugestões

Andar de caiaque para principiantes

Vá para a água com a ajuda dos nossos truques e sugestões!

Andar de caiaque é um desporto aquático popular e quando se vê os profissionais a evitarem os obstáculos sem esforço e a deslizarem suavemente na água, é fácil de compreender porquê. Com as técnicas de remada apropriadas, é possível cobrir grandes distâncias e explorar zonas remotas de rios e lagos.

Se vai andar de caiaque pela primeira vez, é aconselhável começar devagar. Experimente alugar alguns caiaques para ver se gosta do desporto. Ou porque não experimenta uma aula para principiantes? Aprender os conceitos básicos torna o desporto mais agradável desde o início e dá-lhe uma melhor ideia se estiver pronto para investir.

Neste artigo:

  1. Andar de caiaque é difícil?
  2. Uma lista de verificação para andar de caiaque
  3. Que roupa usar para andar de caiaque
  4. Partes do caiaque
  5. Como entrar num caiaque
  6. Como remar
  7. Andar de caiaque versus andar de canoa
  8. Sugestões de segurança para principiantes
  9. Andar de caiaque com as crianças
  10. Andar de caiaques como exercício


Andar de caiaque é difícil?

Não! Andar de caiaque é um excelente desporto para principiantes porque, depois de dominar os conceitos básicos, pode começar imediatamente. É claro que andar de caiaque, se o fizer em águas revoltas ou em condições meteorológicas adversas, pode ser perigoso. Mas tal também não é recomendado para praticantes com anos de experiência.

 

Lista de verificação para andar de caiaque:

Estes são alguns dos artigos que deve levar consigo na sua primeira aventura de caiaque:

  1. Caiaque e remo (excepto se os alugar no local).
  2. Saco seco: um saco pequeno e impermeável que pode guardar no compartimento de carga e onde coloca os seus pertences.
  3. Garrafa de água: como vai necessitar de hidratação, coloque-a no compartimento de carga ou junto aos seus pés.
  4. Colete salva-vidas: é sempre obrigatório usar um colete salva-vidas enquanto estiver a remar. Não existem excepções a esta regra.
  5. Roupas extra: leve sempre camadas extra de roupa, para o caso de o tempo piorar.
  6. Suporte de caiaque para automóvel: se possui os seus próprios caiaques, vai necessitar de os transportar para o destino com facilidade. Temos um guia para o ajudar a escolher o melhor suporte para o seu automóvel.
 

Que roupa usar para andar de caiaque

Para se manter quente, usar roupa em camadas é fundamental. Segue-se o modo como deve usar as diferentes camadas de roupa e os materiais que deve escolher:

  • Camada de base: opte por uma manga curta se estiver calor, mas leve sempre uma camisola de manga comprida, à cautela. Prefira materiais sintéticos, como poliéster e polipropileno, que o mantêm quente mesmo se se molharem.
  • Camada intermédia: uma peça em tecido de malha polar ou de poliéster mais espesso é suficiente.
  • Casaco impermeável: escolha o casaco mais impermeável que tiver. Prefira o que mantiver as camadas inferiores secas.
  • Leggings e calções: se o tempo estiver frio, opte por leggings de poliéster e calções impermeáveis. Se estiver calor, leve as leggings na mesma, à cautela.

Fato húmido ou fato seco? Muitos especialistas de caiaques são frequentemente interrogados acerca do fato húmido que se deve usar para andar de caiaque e a resposta correcta é nenhum! Os fatos húmidos são concebidos para manter o corpo quente quando imerso na água. Mas como andar de caiaque ocorre fora de água, o fato torna-se frio e reduz a mobilidade. Além disso, quando transpira, o fato cria uma atmosfera húmida dentro da roupa (o que é extremamente desagradável!).

A melhor escolha é um fato seco. Qualquer vestuário que seja impermeável é a opção certa a seguir. Um fato seco apropriado para andar de caiaque é o ideal, mas, se for um principiante, pode, ainda assim, encontrar vestuário adequado em casa.

Vista-se para a água, não para o tempo que faz – e vá preparado para as mudanças de temperatura. Deve vestir-se para se manter quente se cair à água. A hipotermia é uma verdadeira ameaça e, mesmo em dias quentes, a água pode estar gelada. Além disso, leve sempre uma muda ou camadas extra de roupa para guardar no compartimento de carga, para o caso de o tempo mudar.

 

Partes do caiaque

Os nomes das diversas partes de um caiaque podem parecer confusas para as pessoas não habituadas ao vocabulário náutico. Mas os princípios básicos são bastantes simples:

  • Proa: a parte dianteira da embarcação
  • Popa: a parte traseira da embarcação
  • Convés: o lado superior da embarcação (este termo já lhe deve ser familiar!)
  • Compartimento para carga: os compartimentos que se encontram no convés do caiaque. Aqui pode guardar comida, roupas adicionais ou qualquer equipamento que pretenda manter seco durante a viagem.
  • Leme/skeg: uma lâmina em forma de barbatana na extremidade da embarcação, que entra na água e ajuda o caiaque a ir na direcção certa.
  • Elásticos: dispositivos elásticos no convés onde pode guardar mais equipamento.
  • Cockpit: o local onde se senta.
  • Apoio para os pés: pedais onde coloca os pés e que também podem ser ajustados de acordo com a sua altura.
  • Apoios de coxas: peças de plástico curvas no cockpit que saem da lateral do caiaque e devem ficar apoiadas de forma apertada logo acima das coxas.
 

Como entrar num caiaque

O melhor local para entrar num caiaque é a partir de uma praia de areia. Basta entrar na embarcação e empurrá-la para a água com os braços.

A partir do cais: leve o caiaque até ao ponto mais baixo do cais, porque, quanto mais alto estiver, mais difícil é entrar na embarcação. O caiaque deve estar paralelo ao cais. Agarre a lateral do cais com os braços e, em seguida, num movimento rápido, coloque os pés no caiaque e rode o corpo de modo a ficar virado para a proa. Baixe-se rapidamente sobre o cockpit e sente-se o mais depressa possível. Assim que estiver sentado, terá ganho equilíbrio e poderá ajustar os pés a partir desse momento.

A partir da água: se se virar na água, em primeiro lugar vire o caiaque para cima, para que não se encha demasiado com água. Localize o remo e prenda-o nas cordas elásticas da embarcação, para ficar seguro. Agarre a extremidade do cockpit, com uma mão no lado mais próximo e a outra no lado mais distante, bata as pernas para obter impulso e ice-se para a embarcação. Deve ficar deitado sobre o caiaque com o tronco virado para o cockpit. Em seguida, manobre até chegar com a zona traseira do corpo junto à zona do assento, uma vez que tal irá ajudá-lo a manter o equilíbrio. Levante o tronco e deslize para o assento. Em seguida, ajuste os pés até se sentir confortável. Pratique esta manobra em águas com pouca profundidade antes de andar de caiaque em águas profundas.


Como remar

Como segurar no remo

A sua mão deve agarrar o remo a cerca de 15-30 cm (6-12 polegadas) da pá do mesmo. Segure no remo firmemente, mas sem apertar em demasia. Os nós dos dedos devem estar alinhados com a extremidade da pá do remo. Uma boa forma de ver se está a efectuar esta acção correctamente é segurar o remo acima da cabeça: se os seus braços estiverem dobrados em ângulos de 90 graus, está a segurar no remo correctamente.


Remadas

Remada para a frente: para avançar, rode o corpo na direcção oposta àquela na qual vai colocar o remo. Coloque o remo na água e rode o corpo para o outro lado, utilizando a força desse movimento de rotação para empurrar o remo através da água. O remo deve sair da água quando a mão mais próxima da água estiver alinhada com a anca. A mão colocada mais acima no remo deve estar sempre a empurrar e a mão colocada mais abaixo deve puxar.


Sugestão: a força que impulsiona o caiaque para a frente deve vir do movimento de rotação do torso e não dos braços.


Remada para voltar – remada de varredura: neste caso, trata-se de uma remada para a frente, mas com acentuação de um dos lados. Para fazer a remada de varredura, coloque o remo o mais à frente possível da embarcação, faça um movimento largo de varredura e continue até o remo quase tocar na popa. Faça este movimento de varredura na direcção oposta àquela para onde pretende ir. Se pretender fazer uma viragem brusca, efectue esta remada apenas de um lado. Para virar com o impulso para a frente, conclua a remada de varredura no lado oposto ao qual pretende ir e faça uma remada normal no outro lado.

 

Andar de caiaque versus andar de canoa

Andar de caiaque e de canoa são duas formas populares de explorar a natureza a partir da água. Se está a ponderar a hipótese de começar a praticar um destes desportos, opte por aquele que se adapta melhor ao seu ideal de uma aventura passada na água. 

Canoa:

  • Melhor para viagens de vários dias, visto que são grandes e podem transportar grande quantidade de equipamento.
  • Melhor para as famílias, uma vez que pode acomodar as crianças e ambos os pais numa só embarcação.
  • Mais fácil se pretender viajar entre lagos (uma prática que envolve carregar as embarcações e transportá-las a seco entre massas de água), uma vez que as pode virar ao contrário e transportar à cabeça.
  • Mais confortável, pois pode esticar as pernas ou alterar a posição.

Caiaque:

  • Mais estável, menor impacto do vento e dos elementos.
  • Muito mais rápido, pode cobrir distâncias maiores e permitir mais explorações.
  • Mais manobrável, pois consegue desviar-se de obstáculos rapidamente.
  • O compartimento de armazenamento permite manter o equipamento seco em qualquer circunstância.
  • Andar de caiaque sozinho é mais fácil do que remar numa canoa com outras pessoas, que requer mais coordenação.
 

Sugestões de segurança para principiantes

  • É preciso saber nadar para andar de caiaque? Sim. Excepto no caso de andar de caiaque num corpo de água onde saiba que pode tocar no fundo, é importante que saiba nadar se as coisas se complicarem.
  • Use sempre um colete salva-vidas quando andar de caiaque! Andar num caiaque sem colete é objecto de total reprovação na comunidade (até os cães têm de usar colete quando transportados num caiaque!).
  • Não se esqueça de aplicar protecção solar se estiver sol.
  • Nunca beba bebidas alcoólicas quando for remar.
  • Vista-se sempre de acordo com a temperatura da água e leve roupas extra, para o caso de ficar frio.
  • Nunca reme sozinho.
  • Escolha baías de águas calmas, lagos tranquilo ou rios sem corrente perceptível.
  • Reme apenas em condições de água em que se sinta confiante para nadar.
  • Pratique a entrada no caiaque a partir da água antes de se aventurar em águas profundas. Se ainda não conseguir reentrar no caiaque confortavelmente a partir da água, mantenha-se perto da margem, para poder nadar até ela, se for necessário.
 

Andar de caiaque com as crianças

Se vai andar de caiaque com crianças, pode colocá-las no respectivo cockpit num caiaque tandem, se estas tiverem experiência prévia. Caso contrário, transportá-las ao seu colo também é uma opção. Leve ainda um maior número de camadas de roupa para os mais pequenos, pois estes perdem calor mais rapidamente do que os adultos quando estão na água.

Certifique-se sempre de que as crianças usam um colete salva-vidas apropriado. Se os pequenos quiserem remar, podem utilizar um remo adequado para a idade. As crianças aborrecem-se facilmente; como tal, leve uma merenda e bebidas para a viagem e faça várias paragens, para ir à casa de banho e esticar as pernas, aproveitando para explorar a natureza em terra.

 

Andar de caiaques como exercício

Andar de caiaque faz criar músculo? As dores musculares que sente após um dia passado na água são uma resposta clara a esta pergunta. Andar de caiaque exercita as costas, os braços e os ombros, uma vez que estes são os músculos que mais trabalham. No entanto, os órgãos interiores também beneficiam, devido ao movimento de rotação do torso quando rema, bem como as pernas, graças à pressão exercida no apoio para os pés a cada remada. Andar de caiaque é também um excelente exercício aeróbico, pois acelera os batimentos cardíacos.

 
 

Artigos relacionados

Suportes de kayak

Um suporte de barras de tejadilho para caiaques da Thule transporta o seu caiaque de forma segura – e também é mais fácil e rápido de carregar e descarregar!

Está a pensar numa aventura na água?

Encontre os produtos para transportar o seu equipamento, à ida e à volta