Sugestões

BTT para principiantes – 5 sugestões para começar

Antes de se aventurar num trilho ou num percurso fora de estrada, é fundamental planear convenientemente a primeira experiência de BTT, de modo a poder desfrutá-la com confiança. Desde certificar-se de que a bicicleta se encontra nas melhores condições, até escolher qual o trilho a seguir, existem muitos aspectos a ter em consideração!

No entanto, antes de se preocupar sobre como vai lidar com a primeira queda ou com a velocidade com que vai atacar aquela grande subida, consulte estas sugestões destinadas a proporcionar-lhe confiança para a sua aventura numa bicicleta de montanha.

5 sugestões para começar nos trilhos de BTT: 

  1. Comece pelos trilhos locais
  2. Leve consigo o essencial
  3. Leve os seus amigos
  4. Escolha a linha mais adequada para si
  5. Explore algo novo

1. Comece pelos trilhos locais

Um passeio que dure o dia inteiro, incluindo subir a uma montanha com mais de 1000 metros de altitude, admirar o pôr-do-sol e voltar ao ponto de partida antes de escurecer, é mais aconselhável para ciclistas já com alguma experiência. É melhor dominar a sua rede de trilhos locais antes de reservar viagem para a região de Moab ou para os Alpes. Por isso, identifique os trilhos próximos da sua casa e dedique-se a conhecê-los bem primeiro!

Encontrar um trilho local onde possa desenvolver as suas competências é fundamental para aperfeiçoar os conceitos básicos e dominar as complexidades do desporto. Além disso, ao manter-se perto de casa pode encontrar facilmente outros ciclistas que conhecem os melhores locais (e, quem sabe, um ou dois trilhos secretos!).


2. Leve consigo o essencial

Mesmo que só pretenda ausentar-se durante uma hora, não há nada pior do que ficar encurralado num local ermo sem um kit de reparação ou uma ferramenta multiusos. Por isso, levar uma prática bolsa de cintura ou uma mochila de hidratação é a opção mais recomendável para guardar alguns artigos essenciais para a sua bicicleta, além da água, da nutrição e do telemóvel.

Decida qual é o tamanho adequado da mochila e que quantidade de água deve levar no reservatório tendo em consideração o tempo que pretende ausentar-se. Outros factores a ponderar ao escolher uma mochila incluem o armazenamento de ferramentas ou a probabilidade de apanhar mau tempo.

Depois de escolher a mochila certa, está pronto a enfrentar o passeio do seu clube de ciclismo local com confiança, ou a aventurar-se um pouco mais além, na certeza de que dispõe do equipamento adequado.

3. Leve os seus amigos

Atacar as subidas íngremes, equilibrar-se nas descidas vertiginosas, ou simplesmente desfrutar do seu trilho favorito, pode ser uma emoção, mas se convidar um amigo ou partilhar a viagem com um grupo é mais divertido. Andar de bicicleta na companhia de amigos pode ser uma excelente forma de partilhar um prazer, mas, ainda mais importante, de aprender com os seus pares. Estes podem ajudá-lo a superar obstáculos complicados ou a efectuar uma subida tecnicamente complexa nas melhores condições.

Evitar andar sozinho é também uma forma segura de se certificar de que não fica entregue à sua sorte se tiver a infelicidade de cair ou se sofrer uma avaria que não consegue reparar.


4. Escolha a linha mais adequada para si

Ganhar confiança numa bicicleta com pneus irregulares não é fácil, mas assim que conseguir dominar os conceitos básicos de manter o impulso sobre obstáculos e descer sem medo, aumentar a velocidade e entrar em velocidade de cruzeiro acontecem naturalmente.

A mudança de foco visual para um ponto mais à frente no trilho é fundamental para o seu desenvolvimento enquanto ciclista. Por isso, não tenha receio de levantar um pouco a cabeça e começar a visualizar o ponto onde o pneu frontal da bicicleta vai estar em seguida. Quando começar a concentrar-se numa linha entre 1,20 m e 1,80 m à sua frente, a bicicleta irá segui-lo, a velocidade irá aumentar e a sua confiança irá crescer.


5. Explore algo novo

Enquanto é principiante, os passeios nos trilhos locais são emocionantes, desafiantes e divertidos. Mas à medida que melhora as suas competências em cima da bicicleta e memoriza o que se oculta para lá de cada curva do caminho, aventure-se e procure um novo destino.

Carregar a bicicleta no suporte e conduzir pelas estradas locais até ao ponto de partida do trilho é divertido, mas porque não se faz à estrada para ir conhecer uma rede de trilhos num novo local? Os trilhos locais são divertidos, mas explorar novas descidas, navegar numa área que não lhe é familiar e tirar fotografias da vista a partir de um pico onde nunca tinha estado antes são algumas das melhores sensações que se obtêm ao praticar BTT.

Felizmente, um suporte de bicicleta robusto consegue resistir a muito mais do que uma viagem de cinco minutos até ao seu trilho local e levar até três amigos para um fim-de-semana nas montanhas é igualmente fácil. E, se já explorou a sua zona, porque não colocar um desafio ainda maior a si próprio e reservar um voo para aquele local especial que sempre quis visitar ao menos uma vez na vida?

O facto de o seu local de sonho se encontrar noutro país ou noutro continente não significa que esteja fora do seu alcance! Além disso, embarcar num avião com a sua bicicleta é fácil, graças a uma inovadora e duradoura gama de malas e sacos de viagem para bicicletas.


Artigos relacionados

How to pack for a MTB adventure

Como fazer as malas e o que levar para uma aventura de BTT – lista de verificação

Consulte a nossa lista de equipamentos essenciais para o ajudar a tirar o máximo partido do tempo passado nos trilhos de BTT!